MUNDO DAS AVES
CRIAR UMA CONTA

ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI A PROPAGANDA E ALMA DO NEGOCIO!!!!!!! ENTRE EM CONTATO criadouro.torres@hotmail.com
AOBC ASSOCIAÇÃO ORNITOLÓGICA DE BARÃO DE COCAIS
Mundo das Aves

FOTOGRAFIA DO MÊS
Participe também
Clique aqui para participar
IBAMA
Mundo das Aves

FEDERAÇÃO ORNITOLÓGICA DO BRASIL
Mundo das Aves

DEIXE SEU RECADO PRA GENTE
DESTAQUES DO MÊS
Destaques do Fórum
Curta nossa página no Facebook.
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Julho 2014
SegTerQuaQuiSexSabDom
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   

Calendário Calendário


ÁCAROS EM GERAL

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

ÁCAROS EM GERAL

Mensagem por IDEALIZADOR em Seg 20 Ago 2012, 15:33


ÁCARO KNEMIDOCOPTES
Causa sarna de bicos, penas, e pés.
Vive sobre e sob a pele da ave, em galerias, promovendo coceira. Os ácaros penetram na pele do pássaro levantando-a. Com a evolução da doença a pele cai dando lugar a crostas esbranquiçadas, podendo, ainda criar feridas, pois o pássaro coça com muita freqüência a área atingida.
A contaminação por este ácaro é multifatorial, sendo que as principais são: umidade ambiental baixa, hipovitaminose A (deficiência de vitamina A) , deficiências nutricionais. O ácaro após infectar uma ave, pode ficar até dois anos, em forma latente (dormente), sem levar ao quadro clínico da doença. Causam lesões queretinizadas proliferativas (crostas) ao redor do bico, anus, pernas e pés.
Como profilaxia (prevenção): fazer quarentena e tratamento preventivo das aves,
Sintomas:
O pássaro passa a se coçar seguidamente ficando irrequieto na gaiola. Com a evolução do quadro podemos observar escamações de peleao redor do bico, anus, pernas e pés. Há casos em que as lesões chegam a causar deformações no bico e nas unhas.
Tratamento:
Pegue a ave, abra a asa e pulverize com Piolhaves. Nas feridas empregar uma pomada a base de enxofre.
Prevenção:
4 ou 5 gotas de vinagre na água do banho ajudam a manter os parasitas longe. Pulverizações quinzenais com o produto Plumas Kleen (não borrifar sobre qualquer vasilhame usado na alimentação) mantém os piolhos e outros parasitas longe dos pássaros, funcionando, ainda como repelente de insetos. Cuidados com a higiene de gaiolas acessórios e ambiente, correção alimentar, ambiente de criação de aves deve ser bem ventilado e arejado, mas sem corrente de vento.

PROBIÓTICO + PREBIÓTICO
Organew reúne em sua formulação macro e micro-minerais, vitaminas, aminoácidos, FOS, MOS e leveduras vivas. Esta perfeita combinação auxilia no desenvolvimento de uma microbiota intestinal saudável, proporcionando melhor digestibilidade dos alimentos e, conseqüentemente, aumento de eficiência alimentar.
PROPRIEDADES:
Saccharomyces cerevisiae:
Microorganismo eucarioto, com células alongadas ou ovaladas. Incorporado na alimentação de duas maneiras:
-Cepas inativas com fonte de proteína, principalmente, e alguns minerais e vitaminas.
-Células vivas que se multiplicam e estimulam a microbiota intestinal.
FOS E MOS:
Ingredientes alimentares, não digeríveis, que estimulam seletivamente o crescimento e atividade de uma ou mais bactérias benéficas da microbiota intestinal.
CARACTERÍSTICAS IMPORTANTES:
-Não podem ser hidrolisados ou absorvidos nos segmentos iniciais do trato digestório.
-Servem de substrato apenas para bactérias benéficas.

-Capaz de alterar a microbiota intestinal, beneficiando o hospedeiro.
-Possui maior viabilidade do que os probióticos.
NÍVEIS DE GARANTIA POR Kg DO PRODUTO:
Proteína Bruta (Mín.)..............................22,13 %
Matéria Mineral (Máx).............................29,73 %
Matéria Fibrosa (Máx.)............................8,660 %
Extrato Etéreo (Mín.)...............................5 %
Umidade..................................................4,8 %
Saccharomyces Cerevisiae.....................9 x 10E6 UFC
FOS.........................................................2 g
MOS........................................................1 g
Vitamina B1.............................................6,75 mg
Vitamina B2.............................................19 mg
Vitamina B6.............................................13,468 mg
Vitamina B12...........................................24 mcg
Biotina.....................................................2,8 mg
Inositol....................................................1.200 mg
Acido Fólico............................................10 mg
DL-Metionina...........................................4 g
L-Lisina....................................................5 g
Cistina.....................................................1,28 g
Niacina....................................................20,3 mg
Glicina.....................................................7,21 g
Valina......................................................9,17 g
Prolina.....................................................6,08 g
Colina......................................................774 mg
Isoleucina................................................7,73 g
Lisina.......................................................12,79 g
Histidina...................................................4,57 g
Arginina....................................................6,95 g
Fenilalanina.............................................8,57 g
Leucina...................................................12,14 g
Serina.....................................................6,98 g
Treonina..................................................9,94 g
Alanina....................................................10,89 FTU
Metionina.................................................3,25 g
Tirosina....................................................3,78 g
Acido Glutâmico......................................19,17 g
Triptofano................................................1,8 g
Acido Aspártico.......................................17,35 g
Cálcio (Máx.)...........................................0,18 %
Fósforo (Mín.)..........................................0,021 %
Veículo q.s.p............................................1.000 g
MODO DE USAR:
Para ser usado por via oral, adicionado ao alimento.
• Aves: de 1 a 2 g por kg de ração.
Bolsas metalizadas contendo 100 g e 1 kg.

ÁCAROS DAS PENAS

Causas: Parasita Syrongophilus bicectinata
Em ambiente natural é comum a presença de alguns piolhos brancos/amarelados, que, normalmente não são visíveis, sendo residentes naturais, que são até benéficos para os pássaros, pois removem células mortas das penas e pele e até determinadas bactérias. Quando a higiene é relaxada no criatório, o acumulo de sujeira e de fezes formam o ambiente propício para o desenvolvimento de uma superpopulação de parasitas que passam a incomodar a ave. Há casos, inclusive de fêmeas que abandonam o choco por se sentirem incomodadas, embora esses piolhos não se alimentem do sangue dos pássaros. As reinfestações podem acontecer a qualquer momento. Pardais e outros pássaros contribuem para o ressurgimento de novos focos.
Sintomas: O pássaro passa a se coçar seguidamente ficando irrequieto na gaiola. As cerdas ficam com aspecto "roído", quebradas, imperfeitas e sem brilho. Dependendo da quantidade de ácaros, podem comprometer o vôo. Para verificar se a ave está sendo atacada por ácaros, pegue-a e observe com a sua asa aberta contra a luz.
Tratamento: Pegue a ave, abra a asa e pulverize com Front-line Spray. Há criadores que pulverizam com o inseticida SBP, o que não recomendamos por não termos vivido a experiência. Produtos à base de Ivermectina não costumam apresentar bom resultado.
Prevenção: Além da higiene, 4 ou 5 gotas de vinagre na água do banho ajudam a manter os parasitas longe. Pulverizações quinzenais com o produto Plumas Kleen (não borrifar sobre qualquer vasilhame usado na alimentação) mantém os piolhos e outros parasitas longe dos pássaros, funcionando, ainda como repelente de insetos.

IDEALIZADOR
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR

Idade: 32
Cidade: BRAZIL

http://www.mundodasaves.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ÁCAROS EM GERAL

Mensagem por IDEALIZADOR em Seg 20 Ago 2012, 15:38

ÁCAROS DE TRAQUÉIA

Os Acáros de Traquéia(S.Tracheacolum) são pequenos parasitas, especialmente das vias respiratórias superiores, que podem ser vistos até mesmo à olho nu ou com auxílio de uma lupa. Irritam a mucosa das àreas que atacam tais como: traquéia, pulmões, sacos aéreos, chegando mesmo à atingir os ossos pneumáticos. Eles ao atacarem essas àreas nas quais se instalam, produzem lesões pois, alimentam-se de sangue(HEMATÓFAGOS), causando patologias por si só e abrindo caminho para infecções por bactérias, vírus, fungos e mycoplasmas oportunistas. Quando da incidência desse problema deve-se melhorar o sistema de ventilação pois, com uma melhor ventilação, melhoramos a aeração e circulação de ar eliminando partículas em suspensão no ar do criadouro. Os ácaros em um criadouro podem ser trazidos por aves novas introduzidas¹ e que não tenham sido submetidas à quarentena em ambiente separado do criadouro ou por correntes de ar mal distribuídas ou podem existir naturalmente no ambiente, onde alimentam-se de detritos e de maneira oportunista, podem infectar as aves. Um excesso de população também pode levar à problemas de má qualidade do ar pois, aumenta a quantidade de partículas em suspensão no ar do criadouro. Uma forma de tratamento é o uso da Ivermectina(Ivomec® ) e outro método é o uso de inseticida aerosol à base de piretrinas, tipo SPB® . O inseticida deve ser desse tipo pois, é menos tóxico. O método é simples, coloca-se a(s) ave(s) em uma gaiola, cobre-se a gaiola e aplica-se um ou dois jatos do inseticida dentro da gaiola para que a(s) ave(s) inalem o produto durante uns cinco minutos. Esse método mostra-se eficiente, especialmente como tratamento de emergência em aves já parasitadas por ácaros.
Os principais sintomas são:
Dificuldade respiratória.
Tosse e a ave emite sons como gemidos, dando a impressão que está engasgada.
A ave perde a voz.
A ave abre muito o bico e o limpa constantemente no puleiro.
Em casos de infestação extrema pode ocorrer a morte da ave por asfixia mecânica.

As formas de se evitar esse tipo de "inimigo" da saúde nossas aves são:
Um bom manejo higiênico do criadouro.
Quarentena de novas aves.
Aplicação de produto preventivo como, por exemplo, a Ivermectina, que combate não só o ácaro de traquéia, mas, também outros endo e ectoparasitas. Boa ventilação e renovação do ar, mas, sem correntes de ar passando diretamente pelas gaiolas, pois, essas correntes podem carrear ácaros e outros agentes infectantes.
Isolamento de aves infestadas do ambiente do criadouro, aliás, para qualquer patologia deve-se retirar o indivíduo do criadouro.
Eliminação das aves mortas, de preferência incinerando-as.
É possível que a água de bebida seja uma fonte de infestação, portanto, temos que ter cuidado com a higiene dos bebedouros.

Minha experiência com Ácaros de Traquéia
Vou descrever a experiência mais recente acontecida no Criadouro de Canários de um amigo. Algumas aves começaram a tossir e agirem como se estivessem engasgadas. Passados alguns dias 06 aves morreram. Ele ligou relatando-me o fato e como não podia, naquele momento, ir até o seu criadouro, o aconselhei á levar 02 aves que apresentavam os mesmos sintomas a um veterinário, nosso conhecido, que tem especialidade em aves. O diagnóstico² foi ácaro de traquéia. O tratamento recomendado foi o uso do SBP®, como descrito acima. Agora estamos fazendo também uma nova aplicação da Ivermectina³, fazendo a aplicação, repousando 15 dias e repetindo a aplicação. Os grandes vilões nesse caso foram encontrados:
1 - Excesso de aves no criatório.
2 - Má ventilação.
Esses problemas são facilmente resolvidos com a diminuição da população de aves no criadouro (ou aumento do criadouro em si para comportar a população requerida) e com uma melhoria da circulação do ar.
Conclusão
Devemos ter cuidado com o manejo e sanidade de nossos plantéis e criadouros pois, descuidos e falta de atenção para detalhes como: a correta ventilação, higiene, quarentena ,etc.; podem ser o diferencial entre o fracasso e o sucesso na criação. Devemos sempre procurar orientação profissional, pois, teremos maior precisão no diagnóstico e no tratamento, conseguindo assim, melhores resultados e eliminando os agentes causadores das anormalidades e patologias.
Notas:
1 - Além dos passeriformes também afetam outras espécies como pinzones, agapornis e outros psitacídeos. Não é recomendável ter várias espécies em um mesmo ambiente se pretendemos realizar uma quarentena rigorosa.
2 - Seria interessante também realizar um diagnóstico diferencial para o Syngamus trachea(verme vermelho de traquéia), para ter-se precisão no tratamento. Se bem que o tipo de tratamento é o mesmo para ambos os parasitas, apesar da menor gravidade com relação ao S. trachea por tratar-se de um nematóide.
3 - Com relação à dosagem específica da Ivermectina, existem estudos que dizem que não devemos ultrapassar 0.1ml/kg. Existem relatos de que o uso em dosagens incorretas pode causar cegueira em bois, cães, e tem sido observada em aves pequenas. Mas, o que temos observado na prática em anos de criação de canários é que não houve um único caso desses em vários plantéis.

IDEALIZADOR
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR

Idade: 32
Cidade: BRAZIL

http://www.mundodasaves.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ÁCAROS EM GERAL

Mensagem por IDEALIZADOR em Seg 20 Ago 2012, 15:40

ácaro Stermostoma tracheaculum

ASPERGILOSE E MICOTOXICOSE

Causas: Ataque do ácaro Stermostoma tracheaculum, nas vias respiratórias. A transmissão normalmente se dá nas exposições, torneios e na introdução de novas aves no criatório. Pode ser transmitida por pássaros livres que tenham acesso ao criatório. É comum a aproximação de pardais quando as gaiolas estão fora para treinamento ou banhos de sol.
Sintomas: Respiração penosa, curta, com o pássaro abrindo e fechando o bico constantemente. O pássaro passa a se alimentar menos e emagrece.
Tratamento: Isolar imediatamente o pássaro apresentando esses sintomas. Ministrar G-Trox ou Ivomecpour-on em todo o plantel em duas doses com intervalo de 15 dias. Desinfetar todo o criatório, preferencialmente pintando as paredes com cal virgem. Aplicar Front-Line Spray na dose de 2 gotas no dorso das aves, repetindo a dose 7 dias e 15 dias após a primeira dose, apresenta bom resultado..
Prevenção: Além da higiene, 4 ou 5 gotas de vinagre na água do banho ajudam a manter os parasitas longe. Pulverizações quinzenais com o produto Plumas Kleen
Canto e Fibra (não borrifar sobre qualquer vasilhame usado na alimentação) mantém os piolhos e outros parasitas longe dos pássaros, funcionando, ainda como repelente de insetos. Evitar expor os pássaros a riscos de contágio. Colocar em quarentena todo o pássaro que participar de uma exposição ou torneio.

IDEALIZADOR
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR

Idade: 32
Cidade: BRAZIL

http://www.mundodasaves.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

ácaros das vias aéreas é visível?

Mensagem por Geraldo Franchoza em Dom 25 Nov 2012, 01:17

Já li que ácaros das vias aéreas dos pássaros podem ser visiveis, alguém chegou a ver.
Tenho curiosidade em saber como ele é, se fica fixado na garganta da ave, se normalmente são vários.
Esse (s) ácaros seriam uma espécie de parasitas das aves?

Geraldo Franchoza

Idade: 53
Cidade: Pirassununga-SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ÁCAROS EM GERAL

Mensagem por NICK MOZER em Dom 25 Nov 2012, 07:46

EU ACREDITO QUE NÃO SE POSSA VER O QUE PODE PERCEBER SÃO OS SINTOMAS QUE SÃO CHIADOS, O PÁSSARO PASSA O BICO VARIAS VEZES NO PULEIRO ENTRE OUTROS.

O TRATAMENTO É FEITO COM IVERMCECTINA OU SEJA ALLAX, CONFORME A BULA. A IVERMECTINA É USADA POR ABSORVESÃO DA PELE E É METABOLIZADA PELO FIGADO DA AVE, EU SEMPRE USO COMO PREVENTIVO APOS A MUDA DE PENAS. ABRAÇO

NICK MOZER

Idade: 29
Cidade: LINHARES

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ÁCAROS EM GERAL

Mensagem por JOAQUIM em Dom 25 Nov 2012, 10:23

A olho nu..Não...E, sim parasitam as aves.
Abraço

JOAQUIM
CORONEL
CORONEL

Idade: 56
Cidade: Vila Velha-ES

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ácaros da traquéia.

Mensagem por Fernando Santana da Silva em Seg 11 Mar 2013, 09:09

Ácaros da traquéia.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



Os ácaros existem no meio ambiente, nas poeiras, nos detritos, um pouco por todo o lado, aliás é destes que eles se alimentam.
Quando as aves por qualquer motivo se cruzam com estes bichinhos, as coisas complicam-se.
O Sternostoma tracheacolum ( Ácaro da Asma–Fole-de-Canário ), Cytodites Nudus ( Ácaro dos Sacos Aéreos das Aves ), são só dois dos muitos, outros responsáveis por muitas dores de cabeça e desgostos de criadores e amadores que criam aves de gaiola ou ornamentais.
Primeiro instalam-se na bico afetando as vias aéreas. Nesta altura a ave sente-se incomodada e esfrega o bico nos poleiros e grades com vista a libertar-se destes, deixa de cantar, mas a ave come regularmente e está desperta.
Com o tempo os ácaros migram para a traqueia, o que torna a situação mais grave. A ave começa a ter irritação na traqueia e narinas manifestando um mau estar permanente por dificuldades respiratórias, dorme embolada (forma de bola) e respira com alguma dificuldade e tosse, passa a comer menos que o normal e as sua fezes começam a ser mais líquidas e esbranquiçadas.
Numa situação já muito grave os ácaros atingem os pulmões da ave contaminando todo o aparelho respiratório. Situação em que se pode já ouvir um ruído tipo assobio constante, durante o período noturno este ruído aumenta. A ave respira com muita dificuldade e mantém o bico aberto e espirra, esfrega a zona da traqueia e parte inferior do bico nos poleiros podendo mesmo provocar pequenas peladas (falta de penas) na zona descrita. A ave alimenta-se com muita dificuldade o que provoca a debilidade da mesma, as suas defesas caem o que a torna mais débil e frágil, facilitando o aparecimento de outras doenças. Como consequência da sua debilidade fica sujeita a apanhar novas bactérias e outros fungos. Estes problemas contribuem para o agravamento do seu estado de saúde e acaba com uma morte em agonia.
Como prevenir:
Devemos manter as aves longe de correntes de ar e vento, evitar o contacto com outro tipo de aves (galinhas, pombos, aves silvestres, aves da rua), evitar as poeiras no interior do local onde mantemos as aves (em vez de varrer o chão será melhor limpa-lo com um pano úmido), evitar sobre povoamento dos viveiros, manter o local bem arejado, limpar e desinfectar os viveiros com alguma regularidade, desinfectar os ninhos e viveiros depois de cada criação (substituir o forro dos ninhos bem como toda a matéria de construção), antes do início das criações usar anti-ácaros em pó ou outro para prevenir o seu aparecimento, sempre que possível utilizar comedouros fechados de modo a que as aves não defequem em cima das sementes( assim evitamos o alastramento da doenças) , soprar/limpar as sementes dos comedouros de modo a não acumular pó ou restos muito pequeninos, sempre que adquirir uma ave nova faça-lhe uma quarentena antes de a juntar ao seu plantel, comprar sementes o mais limpas possível e por fim, estar atento aos primeiros sinais (isso poderá fazer a diferença entre a vida ou morte da(s) ave(s)).
Tratamento:
Atenção.Os ácaros provocam outras infecções em todo o sistema respiratório, que por consequência levam a debilidade de outros órgãos.
Devemos ler sempre as indicações e dosagem dos produtos antes de utilizar nos tratamentos, muitos destes produtos são tóxicos e quando mal utilizados podem esterilizar as aves ou mesmo matar.
Separar as aves infectadas.
Avaliar convenientemente o estado em que se encontra a ave ou aves (podendo recorrer a ajuda de um veterinário ou criador mais experiente) muito importante este passo.
Deve começar a dar logo de imediato um poli-vitamínio ( conjunto de várias vitaminas essenciais) uma boa escolha é a qualidade e diversidade nas vitaminas essenciais, para ajudar a ave a combater a falta de apetite e consequente fraqueza, estas ponderão ser ministradas na água ou nas sementes/papa.
Começar o tratamento a mais rápido que puder (não deixar progredir os ácaros), retirar nesta altura o gritez. O gritez contém substancias que dificultam o tratamento (minerais e carvão vegetal), usar uma mistura de semente mais rica e energéticas. Recorrer ao uso de sementes cozidas ou germinadas(ricas em ferro).
Durante o período de tratamento não se deve dar banho nas aves doentes.
Há produtos que utilizam as penas como meio de propagação do mesmo (ácaros externos)Arranjar um produto que contenha na sua composição “ivermectina”.
Produto recomendado por vários criadores
a “ivermectina” é de uso exclusivo para aves. Usado no combate a vários tipos de ácaros, vermes carídeos e nemetódeos gastritestinais é também muito eficaz no combate do piolho vermelho.No mercado das pet shops, veterinário e farmácias podemos encontrar alguns remédios/medicamentos para debelar este tipo de ácaros e suas consequenciais.
Das muitas coisas que li e consultei na net e não só os que vou descrever são os mais falados (fórum) bem como paginas onde as doenças das aves são abordadas.O “ ALLAX” da Jofadel, frasco de 5 ml é uma boa aposta. Pelas informações que li do produto pareceu-me bom. Atenção que eu nunca experimentei o “Allax” , estou a basear-me só no que li.Depois temos o “PULMOSAN” da Bogena, frasco de 10 ml, recomendado em muitos sites e forums para problemas de ácaros e sistema respiratório. Este, eu já experimentei e só tenho a reconhecer que é bom. Contudo tem um contra o seu preço.No Sitio do Curio, uma vez ao ano, apos a muda,usa-se o Ivomec-Pour-On,como prevenção. Ao indagarmos os preços devemos pensar quanto vale um bom pássaro ou o nosso pássaro preferido, para os criadores será mais fácil a sua compra, pois o produto poderá salvar muitas aves.
Logo o seu preço vale a pena.Devemos ter cuidado na aplicação devido a ser um produto tóxico e forte.
Também temos o “FLORAMUCIL” da FLORA, produto francês que não é para combater os ácaros, mas sim para restaurar as capacidades respiratórias da ave, utilizando só um complemento de um antibiótico respiratório. Solução de carboxymethylcysteine e de essências vegetais aromatizadas.
A Orniex têm o “CORIZPEX” que é indicado para o controle de infecções respiratórias, gastro-intestinais e outros processos infecciosos das aves.
Como conclusão deste artigo, posso afirmar que haverá muitos outros produtos de outras marcas no mercado, uns melhores outros piores, o objectivo não é comparar produtos ou medicamentos mas sim tentar ajudar as pessoas com este tipo especifico de problema.

Fernando Santana da Silva

Idade: 23
Cidade: Dom Eliseu-Pa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ÁCAROS EM GERAL

Mensagem por Carlos Alexandre em Seg 11 Mar 2013, 10:07

Bom dia amigos!

Obrigado por compartilhar este artigo conosco Fernando.

Ao entrarmos no criadouro pela manhã devemos respirar fundo e perceber se o ar está "pesado", com um odor característico mais acentuado.

Devemos também verificar se existem fungos sobre as fezes dos pássaros e restos de alimentos.

Os cantos de parede, piso e em volta das janelas também são lugares que precisam de maior atenção.

Neste caso HIGIENE E RENOVAÇÃO DO AR SÃO FUNDAMENTAIS!

Um abraço a todos!
Carlos Alexandre

_________________
Carlos Alexandre
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Carlos Alexandre
Moderadores
Moderadores

Idade: 34
Cidade: Belo Horizonte - MG

http://www.canarilqualita.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ÁCAROS EM GERAL

Mensagem por Carlos Alexandre em Seg 11 Mar 2013, 10:09

Outro cuidado importante é peneirar as sobras de sementes, antes de voltá-las para o comedouro.

Um abraço!

_________________
Carlos Alexandre
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Carlos Alexandre
Moderadores
Moderadores

Idade: 34
Cidade: Belo Horizonte - MG

http://www.canarilqualita.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ÁCAROS EM GERAL

Mensagem por Fernando Santana da Silva em Seg 11 Mar 2013, 10:12

Obrigado meu amigo,vc esta certo ao dizer que "HIGIENE E RENOVAÇÃO DO AR SÃO FUNDAMENTAIS!".

Fernando Santana da Silva

Idade: 23
Cidade: Dom Eliseu-Pa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ÁCAROS EM GERAL

Mensagem por IDEALIZADOR em Seg 11 Mar 2013, 12:20

TÓPICOS FUNDIDOS POR TRATAR DO MESMO ASSUNTO

_________________
Abs

Equipe Mundo Das Aves

IDEALIZADOR
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR

Idade: 32
Cidade: BRAZIL

http://www.mundodasaves.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ÁCAROS EM GERAL

Mensagem por GUSTAVO DIAS em Ter 12 Mar 2013, 10:08

Super interessante este tópico, pois li na íntegra todo ele.



Comtudo vejo também o acúmulo de pó de alpiste nas meia lua, principalmente quem se utiliza de prolongador, o interessante é toda semana esvaziar o mesmo e encher com sementes novas ou peneiradas.





Att



Gustavo

GUSTAVO DIAS
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR

Idade: 32
Cidade: Itatiba - SP

http://www.gustavodias.weebly.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ÁCAROS EM GERAL

Mensagem por Carlos Alexandre em Ter 12 Mar 2013, 12:58

GUSTAVO DIAS escreveu:Super interessante este tópico, pois li na íntegra todo ele.



Comtudo vejo também o acúmulo de pó de alpiste nas meia lua, principalmente quem se utiliza de prolongador, o interessante é toda semana esvaziar o mesmo e encher com sementes novas ou peneiradas.





Att



Gustavo

Para este ano vou ver se consigo montar uma sopradeira de sementes. Tenho utilizado a peneira, mas acho que a sopradeira vai diminuir o trabalho.

Carlos Alexandre
Moderadores
Moderadores

Idade: 34
Cidade: Belo Horizonte - MG

http://www.canarilqualita.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ÁCAROS EM GERAL

Mensagem por Carlos Alexandre em Dom 17 Mar 2013, 22:10

UP...

_________________
Carlos Alexandre
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Carlos Alexandre
Moderadores
Moderadores

Idade: 34
Cidade: Belo Horizonte - MG

http://www.canarilqualita.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ÁCAROS EM GERAL

Mensagem por ricamol em Seg 25 Nov 2013, 23:24

Boa Noite !

Aqui estou com um tarin que esta com a respiração ofegante. Será que pode ser ácaro na traquéia ?, ele esta cantando e bem fogoso, mas sua respiração esta bem ofegante.
Vi que a maioria usa o Allax contra este tipo de ácaro.

abraço
Ricardo

ricamol

Idade: 45
Cidade: Santo André - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ÁCAROS EM GERAL

Mensagem por valdemir em Qua 27 Nov 2013, 12:32

aqui eu to com problema de acaro da traquéia.

valdemir
Colaborador
Colaborador

Cidade: Passo de Camaragibe-Alagoas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ÁCAROS EM GERAL

Mensagem por CANARIL BORGES em Qua 27 Nov 2013, 17:44

Ácaros

Nome
Descrição
Sintomas
Tratamento
Cytodites
Nudus
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
(Ácaro dos Sacos Aéreos das Aves)
 
Este ácaro também vive nos brônquios, traquéia, fígado, rins e coração das aves.
Emagrecimento, perda de apetite, tosse, estertores e liberação de muco sanguinolento da traquéia.Administre um expectorante (iodeto de potássio e benzoato de sódio).
Dermanysus
Gallinae
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
(Ácaro que ataca o corpo dos pássaros)
Causa sérios danos à criação. Devido à quantidade de ácaros que infesta cada pássaro, leva rapidamente à anemia e, se não for combatido, leva à morte. Chamado de vermelhinho, parasita também o homem.
Tristeza, mucosas pálidas, emudecimento e perda do apetite; a plumagem perde o brilho e as penas das asas e da cauda apresenta-se como se estivessem roídas.Pulverizações do produto Dipterex, usado em dosagens a 0,15%, podendo ser aplicado tanto nas aves quanto nas instalações. Cuidado com comedouros e bebedouros. Pode-se também utilizar creolina nas instalações.
Knemidokoptes
 Jamaicensis
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
(Ácaro da Sarna Podal dos Canários)
As fêmeas escavam galerias nas patas, onde há a formação de crostas, sendo que estas ficam repletas de ácaros em diferentes fases de desenvolvimento.
 
Não confundir com popilomatose das patas (unilateral).Benzoato de benzila 25% e enxofre (pó) dissolvido e misturado em vaselina líquida.
Kenemidokoptes 
Pilae
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
(Ácaro da Sarna Cnernidocóptica dos periquitos)
Aspecto dorsal e ventral.
Há inflamação e exsudado inflamatório nas patas e bico, que desaparecem, dando formação a um tecido esponjoso.
 
 
Benzoato de benzila 25% e enxofre.
Protoplylloes 
gaíndarinua
(Ácaro das penas da cauda e asa das aves)
Tem erroneamente o nome de lêndea.
 Usa-se álcool (embebido numa escovinha) para limpeza das penas, pois tem efeito mortal para esses ácaros. Não utilizamos o éter porque o seu emprego em quantidades maiores pode ocasionar lesões no cérebro do pássaro.
 
 
Sternostoma 
Tracheacolum
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
(Ácaro da Asma–Fole-de-Canário)
Esse ácaro ataca as vias respiratórias e o pulmão do canário, e parasita à traquéia, os brônquios, os sacos aéreos, o parênquima pulmonar e o fígado.
Ruídos respiratórios resfolegantes, anemia, dispnéia, ausência de canto; o pássaro abre freqüentemente o bico e tenta limpa-lo no poleiro.Para a inflamação dos sacos aéreos dá-se antibiótico de largo espectro e polvilha-se a gaiola, coberta por um pano, com um produto acaricida durante 5 minutos, com as aves expostas. Repete-se o tratamento por mais duas horas.
 
Syrongophilus
Bipectinata
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
(Ácaro do Canhão das Penas das Aves)As penas ficam repletas de material seco e acumulado onde se encontram os ácaros, caem e pode haver inflamação. No periquito ataca a base das penas, ocasionando a queda das mesmas, deixando a área onde estavam implantadas com aspecto crostoso. Tem a cor castanho-escuro.
 
Aplique diretamente sobre o pássaro, produtos fosforados (Malathion, Malatol) que atingem tanto piolhos como ácaros ectoparasitas. Evite que os  produtos caiam na águ
É uma pena que não estou conseguindo anexar as imagem dos referidos ácaros.
Seria bem bacana poder visualizar as imagens.

_________________
Canaril Borges
Lúcio
UCRP HA-255

CANARIL BORGES

Idade: 43
Cidade: São José Do Rio Preto - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ÁCAROS EM GERAL

Mensagem por ricamol em Qua 27 Nov 2013, 22:19

fico na dúvida que tipo de ácaro pode ser, pq no artigo esta escrito que o pássaro perde o apetite, mas aqui o tarin esta comendo bem , fogoso qdo mostro uma femea e cantando, mas qdo ele dorme faz um chiado e a respiração esta ofegante.

ricamol

Idade: 45
Cidade: Santo André - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ÁCAROS EM GERAL

Mensagem por Carlos Alexandre em Qui 28 Nov 2013, 12:16

Ricardo...

Talvez não seja necessariamente ácaro. Uma ave estressada pode ficar com a respiração ofegante. Ou qualquer outro tipo de doença respiratória relacionada a baixa temperatura ou correntes de vento incidindo diretamente sobre elas.


Em relação ao Allax eu não sou muito fã pois entendo que a quantidade a ser ministrada, se levar em consideração o que diz a bula, é muito alta.

Prefiro pingar Ivomec pour-on na coxa da ave.

Depois que construí outro criatório com boa ventilação (renovação do ar) não tenho mais problemas relacionados ao sistema respiratório das aves.

Um abraço!

_________________
Carlos Alexandre
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Carlos Alexandre
Moderadores
Moderadores

Idade: 34
Cidade: Belo Horizonte - MG

http://www.canarilqualita.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ÁCAROS EM GERAL

Mensagem por ricamol em Qui 28 Nov 2013, 22:40

Boa Noite Carlos,

Qdo ele dorme faz um chiado, mas hoje eu fui até onde o tarin esta, pois deixei ele separado dos outros e não esta fazendo o barulho (chiado), mas a respiração ainda esta um pouco ofegante, porém menos que outro dia.
Eu tenho o Ivomec pour on, mas fico com receio de aplicar, pq acho muito forte.
Onde tenho os pássaros não tem corrente de ar e durante o dia deixo a porta e janela abertas para renovar o ar.

Hoje qdo cheguei do trabalho (16:30 hs), coloquei ele para tomar banho de sol e o bichinho cantou bastante.

Por isto fico na dúvida o que ele possa ter, esta cantando bem , fogoso e se alimentando bem.


abraço
Ricardo

ricamol

Idade: 45
Cidade: Santo André - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum